sexta-feira, 31 de outubro de 2014

A REFORMA É UMA RE-FORMA; OU SEJA: UM RE-FAZER DA FORMA.

sexta-feira, outubro 31, 2014 Posted by: Caminho em Big Field., 0 comments


Pergunto: Que forma?

Forma é o que não temos no Evangelho. O Evangelho é Água e é como a água: tem conteúdo, o qual é vida para a vida, mas não tem forma: a forma é a da vida!

Talvez se o nome tivesse sido Movimento Protestante a designação não carregasse mal em si mesma.

Protesto poderia e deveria ser e haver, pois, o Evangelho também é permanente protesto feito pela Proposta de seu conteúdo existencial e prático, que é amor.

A Reforma Protestante, todavia, mesmo que tivesse também motivações espirituais para muitos, foi, no entanto, um movimento político que cooptou o tema religioso a fim de atingir ser objetivos de independência de Roma.


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Trecho de um sermão de Lutero

quinta-feira, outubro 30, 2014 Posted by: Caminho em Big Field., 0 comments

"Ah! Se Deus permitisse que minha interpretação e a de todos os outros mestres desaparecessem, e que cada cristão pudesse chegar diretamente à Escritura apenas, e à pura Palavra de Deus! Percebe-se já por esta tagarelice minha, a incomensurável diferença entre a palavra de Deus e todas a palavras humanas e como homem algum pode, com todas as suas palavras, adequadamente alcançar e explicar uma única palavra de Deus. Trata-se de uma palavra eterna e deve ser compreendida e meditada com uma mente silenciosa. Ninguém é capaz de compreendê-la a não ser a mente que a contempla em silêncio. Para qualquer um capaz de fazê-lo sem comentário ou interpretação, meus comentários e os de todos os outros não seriam apenas inúteis, mas um estorvo. Vão para a própria Bíblia, caros cristãos, e não permitam que as minhas exposições e as de outros estudiosos sejam mais do que uma ferramenta que capacite a edificar de forma eficaz, de modo que sejamos capazes de compreender, experimentar e habitar a simples e pura Palavra de Deus, pois apenas Deus habita em Sião".


Sermão de Natal de 1522 de Martinho Lutero


segunda-feira, 27 de outubro de 2014

CUIDADO COM A MAGIA NEGRA DA INGRATIDÃO!

segunda-feira, outubro 27, 2014 Posted by: Caminho em Big Field., 0 comments


Se sou tão ignorante como sei que sou, então, minha gratidão consciente diante de Deus sempre representa uma fração mínima do que seja o cuidado de Deus para comigo.


Na realidade todas as vezes que agradeço livramentos de Deus para comigo, na mesma gratidão consciente incluo todos os milhares de livramentos reais que nunca percebi.

Para cada livramento que vejo há milhares de livramentos que não vejo e que provavelmente apenas conhecerei na eternidade.

Muitas vezes me sinto como um retardado que agradece ao Pai por cuidados pequenos e interessantes a mim, enquanto tudo o mais é cuidado do Pai, embora eu somente veja os presentinhos ou os livramentos das barras pesadas.

Entretanto, o homem deve ser grato pelo menos pelo que veja...


terça-feira, 14 de outubro de 2014

"Cântico das Criaturas", de S. Francisco de Assis

terça-feira, outubro 14, 2014 Posted by: Caminho em Big Field., 0 comments

Altíssimo, Omnipotente, Bom Senhor 
Teus são o Louvor, a Glória, 
a Honra e toda a Bênção.
Louvado sejas, meu Senhor, 
com todas as Tuas criaturas, 
especialmente o senhor irmão Sol, 
que clareia o dia e que, 
com a sua luz, nos ilumina. 
Ele é belo e radiante, 
com grande esplendor; 
de Ti, Altíssimo, é a imagem.
Louvado sejas, meu Senhor, 
pela irmã Lua e pelas estrelas, 
que no céu formaste, claras. 
preciosas e belas.
Louvado sejas, meu Senhor. 
pelo irmão vento, 
pelo ar e pelas nuvens, 
pelo sereno 
e por todo o tempo 
em que dás sustento 
às Tuas criaturas.
Louvado sejas, meu Senhor, 
pela irmã água, útil e humilde, 
preciosa e casta.
Louvado sejas, meu Senhor, 
pelo irmão fogo, 
com o qual iluminas a noite. 
Ele é belo e alegre, 
vigoroso e forte.
Louvado sejas, meu Senhor, 
pela nossa irmã, a mãe terra, 
que nos sustenta e governa, 
produz frutos diversos, 
flores e ervas.
Louvado sejas, meu Senhor, 
pelos que perdoam pelo Teu amor 
e suportam as enfermidades 
e tribulações.
Louvado sejas, meu Senhor, 
pela nossa irmã, a morte corporal, 
da qual homem algum pode escapar.

Louvai todos e bendizei o meu Senhor! 
Dai-Lhe graças e servi-O 
com grande humildade!